{name}
05/05/2017 - Por Heloísa Sousa
[Quando o abraço se torna saudade...]

Ser uma “artista do teatro” e escrever sobre dança é estar no meio do fogo cruzado. Mas, esses fogos ao invés de caracterizarem um bombardeio que pressupõe uma destruição, são na realidade, fogos de artifícios que…

Leia mais...

{name}
03/05/2017 - Por George Holanda
O que se encontra entre as coisas

 

Andara, o novo trabalho da Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão e coreografado por Juarez Moniz, é um espetáculo de limiares. Ele se encontra num apertado espaço existentes entre opostos, entre limites. O trabalho se empenha em escavar frestas. Um primeiro exemplo…

Leia mais...